EcoSocial fecha parceria com o programa internacional Corredor Azul, no Pantanal Brasileiro

Regina Erismann e Silvio Ignacio representaram o EcoSocial na assinatura do termo de cooperação com o programa, no dia 9 de agosto.
Desde o último dia 9 de agosto, o EcoSocial integra o programa para a conservação dos ecossistemas das áreas úmidas da Bacia do Prata, incluindo o Pantanal brasileiro, batizado de Corredor Azul.
 
O programa tem o objetivo de fomentar, durante 10 anos, a proteção de áreas úmidas e outros sistemas nos 3.400 km localizados entre o Pantanal brasileiro e o delta do Rio Paraná, na Argentina. Ações para a conexão de pessoas, natureza e economias ao longo do Sistema Paraná-Paraguai de Áreas Úmidas são o eixo principal de trabalho do Corredor Azul.
 
A assinatura do termo de cooperação para a articulação, execução e implementação de ações do programa aconteceu em Campo Grande (Mato Grosso do Sul), na ocasião do lançamento do Corredor Azul, que é coordenado pela Fundación Humedales – Wetlands International LAC com o apoio da DOB Ecology. A implementação no Brasil está a cargo da organização Mupan – Mulheres em Ação no Pantanal.
 
Dentre outros parceiros estão o Programa Cerrado Pantanal, da WWF-Brasil; o Centro de Pesquisas do Pantanal da UFMT; e o Instituto SOS Pantanal.
 
"Conectar pessoas, natureza e economias ao longo do Sistema Paraná-Paraguai de Áreas Húmidas é o desafio do programa. Questões complexas pedem diálogos criativos. O desafio do Ecosocial como parceiro desse programa é criar condições para que esse diálogo de múltiplos interesses possa ganhar uma dimensão criativa e de colaboração que gere conhecimento, mobilização, ações sociais e presença política. Tudo por uma linda causa: a integridade ecossistêmica das áreas úmidas e seus povos”, define Regina Erismann, consultora e coach do EcoSocial.
 
 
REUNIÃO TÉCNICA
 
A primeira reunião técnica do Corredor Azul no Pantanal para traçar estratégias de implementação das ações do programa aconteceu nos dias 10 e 11 de agosto, com a participação de mais de 20 representantes de instituições governamentais, não governamentais e de pesquisa. Os consultores do EcoSocial Regina Erismann e Silvio Ignacio atuaram como facilitadores do encontro, que debateu ideias para a gestão do programa.
 
“A composição deste grupo de pesquisadores e representantes de organizações deste porte é um marco! As ações que se somam irão impactar e mudar para melhor a vida de todas as pessoas desta região. Sinto-me honrado em fazer parte desta história e participar do compartilhamento de tantos saberes. Os temas e propostas discutidos nestes dois dias de reunião técnica trazem contribuições para uma vida melhor neste planeta. Estou impressionado com a grande responsabilidade e engajamento deste grupo”, declara Sílvio Ignácio.
 
Saiba mais sobre o Corredor Azul em: https://www.mupan.org.br/corredorazul/

Compartilhe >

EcoSocial

Newsletter

Linkedin Facebook