Edição extra do Diálogo Parsifal21 traz novamente Joan Melé para falar sobre dinheiro e consciência

A 24ª edição do Diálogo Parsifal21, realizada no dia 18 de abril, trouxe mais uma vez o economista e ex-diretor da filial espanhola do banco holandês Triodos Bank, Joan Melé, para falar sobre uso consciente do dinheiro e a sua relação com os valores humanos.

Nesta edição especial, o Parsifal21 apoiou a Rede Dinheiro e Consciência, iniciativa realizada pelo EcoSocial em parceria com a Fundação Avina, que fomenta a criação de uma rede de suporte ao desenvolvimento de um banco baseado em valores no Brasil.

Durante o Diálogo, Melé discorreu sobre as maneiras como o capital financeiro pode ser usado por pessoas e empresas para causar mudanças positivas e sustentáveis no mundo, tema que já havia explorado em sua primeira participação no Parsifal21, em outubro de 2017.

Também destacou o comprometimento da rede em criar no Brasil uma instituição financeira que seja transparente na aplicação dos recursos captados, fomentando empresas e ações coerentes, além de socio, ambiental e economicamente sustentáveis, a exemplo do Triodos Bank e de outras iniciativas mundiais. A expectativa do economista é de que em três anos isto seja realidade no Brasil.

“Um banco deve ser um intermediário para que ideias boas para o mundo sejam realizadas e criem riqueza. Na economia e no mundo, há um princípio de dependência mútua. O dinheiro permite que os projetos e ideais se concretizem na esfera física”, acredita Melé.

Mais de 270 pessoas assistiram simultaneamente à fala de Melé transmitida a partir da sede do EcoSocial, em São Paulo. Outras salas receberam o evento na capital paulista (FESPSP, e Plongê Gente e Gestão), no Rio de Janeiro (Oi Futuro e SulAmérica), em Recife (Ampla/GRA), em Belo Horizonte (FIEMG), em Curitiba (Pelissari Gestão e Tecnologia), e em Porto Alegre (ESPM).
 

Compartilhe >

EcoSocial

Newsletter

Linkedin Facebook